Entenda o que é CTA e Como Fazer Call-to-Action

CTA é uma chamada para uma ação, um botão ou um comando na frase que pede para seu cliente fazer alguma ação como clicar, entrar, assistir, ler, ver e por aí vai. O Call-to-Action ou, chamada para ação numa tradução livre, é essencial para o sucesso das suas campanhas.
O que é CTA?
O que é CTA?

Tópicos do Conteúdo

4.7/5 - (3 votes)

O CTA é essencial para suas campanhas. Tão importante quanto todo seu conteúdo, os CTA’s, ou Calls-to-Action, são caminhos idealizado por você para conseguir os resultados esperados em suas estratégias de marketing digital.

Sua estratégia de marketing digital deve conter diversas ferramentas para obter resultados positivos, entre essas ferramentas destacamos algumas como:

  • Marketing de conteúdo;
  • SEO;
  • Landing Page;
  • CRM;
  • Fluxo de nutrição e funil de vendas.

Isso só para citar algumas ferramentas que você deve ter em mente ao criar suas estratégias de Marketing Digital.

E, dentro de todas elas, você deve aplicar em locais determinados seus CTA’s. Mas, o que exatamente são os CTA’s, para que servem e como estruturar suas campanhas utilizando-os?

Então, vamos lá! Confira abaixo o que são os CTA’s.

O que é Call-to-Action?

CTA é um acrônimo em inglês para Call-to-Action, em uma tradução livre para português seria: chamada para uma ação e, como o próprio nome diz, os CTA’s são chamadas idealizadas em sua estratégia de marketing digital para direcionar o usuário onde você deseja que ele esteja, seja um novo conteúdo, um produto específico, um formulário, um telefone ou ainda finalizar a venda.

O que é CTA?
O que é CTA?

O CTA é ferramenta indispensável em toda suas ações do marketing digital.

Conforme mencionamos acima, o CTA deve estar presente em todas suas ferramentas de Marketing Digital, como:

  • Marketing de conteúdo;
  • SEO;
  • Leads;
  • Landing Page;
  • Redes Sociais;
  • CRM;
  • Fluxo de Nutrição;
  • Funil de Vendas;
  • Inbound Marketing.

Entre outras ferramentas do marketing digital.

Retorne na última frase do tópico anterior, onde colocamos a introdução deste artigo. A frase é: “Então, vamos lá! Confira abaixo o que são os CTA’s.

Isso é um CTA! Nessa frase convidamos você, nosso leitor, a seguir com a leitura para o próximo tópico.

Isso porque você é essencial para nós da CuboUP, desejamos que continue a leitura de todo o conteúdo sobre CTA e, gostando do que leu, possa seguir para outros conteúdos como: Marketing Digital, SEO, Leads…

Viu? Acima aplicamos outro exemplo de CTA. Neste caso, convidamos você para acessar outros conteúdos.

Existem alguns tipos de Call-to-Action e você deve aplicá-los seguindo suas estratégias, como:

  • Call-to-Action para outro artigo do mesmo contexto;
  • Call-to-Action para download de um material;
  • Call-to-Action para uma Landing Page que explora um conteúdo mais detalhado;
  • Call-to-Action para conversão de um produto ou serviço.

Tenha em mente que o CTA, Call-to-Action, deve sempre direcionar o usuário para o próximo passo do seu funil de vendas.

Veja Mais: Como Tornar Clientes em Fãs

Qual CTA utilizar nos conteúdos?

Para saber qual CTA certo utilizar em seus conteúdos, antes, você deve entender qual é a Persona que seu conteúdo aborda, em seguida identificar em qual nível do seu Funil de Vendas está o usuário e para qual passo do Funil de Vendas deseja direcioná-lo, na sequência, escolha qual tipo de CTA vai utilizar seguindo seus objetivos.

O que é CTA?
Qual CTA Utilizar?

Confira alguns passos para saber qual CTA utilizar no seu projeto.

1. Quem é a Persona do seu conteúdo?

Você deve entender qual é a Persona do conteúdo onde seu usuário está no momento, lembrando que ele pode estar nas suas redes sociais, em algum artigo do blog ou ainda em outras ações da estratégia do seu Marketing Digital.

Uma Persona é a idealização do seu Cliente Ideal, ou seja, o tipo de cliente que normalmente consome seus conteúdos.

2. Estágio do Funil de Vendas

Identifique, no conteúdo atual, qual é o estágio do Funil de Vendas em que seu usuário está e para qual próximo passo do Funil de Vendas você deseja direcioná-lo.

Neste ponto, é importante você saber também qual tipo de usuário está no conteúdo. Você fará isso utilizando sua Persona como referência. Lembrando, é possível que um projeto tenha uma ou mais Personas criadas.

Por exemplo, você criou tem novo Blog de conteúdos sobre música e está buscando tráfego principalmente através de SEO, é possível que esses usuários busquem por dicas de música ou estejam aprendendo tocar determinado instrumento.

Então dentro do Blog, talvez o mais interessante seria criar CTA’s remetendo estes usuários para outros conteúdos similar.

Se eles estão num conteúdo sobre “Dicas para aprender tocar guitarra”, você pode direcioná-lo para outros conteúdos do Blog sobre dicas para este instrumento.

Por que isso?

Podemos tentar entender o desejo real deste usuário. É possível que ele ainda esteja num estágio inicial, entendendo sobre o instrumento, aprendendo sobre o instrumento. Será que ele está pronto para comprar uma guitarra?

Então, em determinados pontos do conteúdo você pode adicionar outros CTA’s, tentando transformar este usuário em Lead. Talvez oferecendo um ebook com curso rápido de guitarra.

Como Lead, você de enviar conteúdos relacionados aos assuntos que ele deseja e assim ir “formando seu Lead” até ele avançar na aquisição de um produto, uma guitarra. Neste caso, este usuário passou a ficar no Meio ou Fundo do Funil, com mais intenção de finalizar uma compra futura.

Em linhas gerais, esses novos conteúdos como artigos ou mesmo os ebooks, criarão um laço de proximidade com seu Lead, tornando seu negócio mais conhecido para ele e ainda repassando autoridade sobre o segmento em que você atua.

Por isso é sempre importante entender em qual estágio do Funil de Vendas seu usuário está. Assim você criará soluções que ele de fato esteja buscando naquele momento.

3. Nível de conhecimento do usuário

Outro ponto importante é quanto ao nível de conhecimento dos usuários que estão acessando seu projeto.

Por isso é importante você entender exatamente qual é a Persona dos conteúdos em seu projeto e como você divulga seu projeto em outros canais.

Vamos retornar ao exemplo da loja de músicas.

É possível que esse projeto receba clientes dos mais variados níveis de conhecimento, desde os iniciantes ou leigos interessados até os usuários experientes.

Então você deve criar conteúdos para todos esses perfis de possíveis clientes e o CTA também deve ser relevantes para cada um deles.

Exemplo: um usuário experiente nunca clicaria num link/banner com o CTA “Aprenda Tocar Guitarra com este Ebook”. Bom, se ele é experiente, então provavelmente ele já saiba tocar guitarra. Certo?

Portanto, se o seu projeto possui diversas Personas. Você deve oferecer conteúdos para cada uma delas, e seus CTA’s, Calls-to-Action, devem abordar chamadas relevantes de acordo com o nível desses usuários.

4. Formato do CTA

Você pode chamar atenção dos usuários através de diversos tipos de formatos de CTA’s. Como, por exemplo:

  • Call-to-Action como Link de Texto;
  • O Call-to-Action como Imagem;
  • Call-to-Action como Vídeos;

Cada um deve ser apresentado em formatos seguindo o contexto do seu conteúdo. Vamos resumir um pouco cada um ainda pensando na loja de artigos musicais.

Em artigos no Blog da loja de músicas, podemos ter um conteúdo todo voltado para iniciantes, ajudando-os com dicas sobre vídeo aulas de guitarra. Podemos pensar em direcionar esses usuários ao seu canal do YouTube, com objetivo de formar ainda mais esses usuários, criar aquela relação e aproximação entre marca e usuário.

Então no conteúdo, este CTA seria algo como:

“…. Confira mais dicas para você aprender na prática a tocar guitarra!”

Call-to-Action como Imagem

Ainda em artigos de Blog, você pode criar materiais ilustrando o conteúdo que deseja que os usuários acessem.

Neste mesmo contexto, a arte poderia conter um logo do YouTube (o usuário com certeza está familiarizado), uma imagem do “professor” que está explicando as dicas no YouTube, um sinal de Play, típico do YouTube com sua CTA em destaque:

“Aprenda Guitarra na Prática em Nosso Canal no YouTube”.

Call-to-Action como Vídeos

Pensando no mesmo sentido, direcionar o usuário para o YouTube. Você pode ter um breve vídeo de 20 segundos que o usuário vai assistir no próprio Blog.

O conteúdo seria o “professor” dando uma “palinha” sobre os cursos disponíveis no YouTube. Finalizando com uma frase de efeito:

“Clique aqui e acesse nosso canal no YouTube”.

5. Quais os objetivos do seu CTA?

Agora, finalizando este passo a passo, você deve ter idealizado em suas estratégias de Marketing Digital qual, ou quais, objetivos para aquele CTA que está inserindo. Isto é, para quem é, para onde direcionar e em que momento apresentar seu CTA.

Vamos resumir um pouco esses pontos, confira:

Gerar tráfego para outro artigo no Blog

Gerar tráfego para outros conteúdos do seu Blog é uma das principais maneiras de manter o usuário dentro do seu site, oferecendo informações que ele de fato tenha interesse.

Além disso, criar links de um artigo para outro, ajudará nas técnicas de SEO On Page, reforçando para os motores de busca a relevância que esses conteúdos possuem. Mas procure manter link em conteúdos que abordem o mesmo contexto. Se está abordando sobre dicas para aprender a tocar guitarra, o ideal é que o próximo conteúdo seja de assunto similar.

Ah, o SEO On Page são aquelas técnicas de SEO onde o administrador, ou seja, você, tem total controle do site.

Inscrições em Newsletter

Newsletter é ideal para mudar o estágio do Funil de Vendas do seu usuário. Se inscrevendo, ele sai do Topo do Funil e passa a o Meio do Funil, dessa forma vocês terão um relacionamento mais próximo.

É comum os sites conterem esses CTA’s no rodapé de todas as páginas. Em e-commerce também é comum oferecer descontos aos usuários em troca da assinatura no newsletter.

Porém, é importante de fato manter o relacionamento com ele. Somente dessa forma ele se aproximará mais da sua marca, seus produtos e serviços para no futuro concluir uma ação desejada.

Download de um ebook ou materiais relevantes ao mesmo contexto

Os usuários de Meio e Fundo de Funil tem maior conhecimento sobre o assunto abordado ou mesmo sobre sua marca, então uma estratégia interessante é oferecer mais informações relevantes para eles.

Nesses casos, você pode oferecer:

Direcionar para uma Landing Page apresentando mais detalhes de um produto

Suas Landing Page são páginas com objetivo principal de fazer a conversão dos usuários, seja para ele se tornar um Lead ou mesmo realizar a compra de um produto ou contratar um serviço.

Essas páginas são mais elaboradas, mais detalhadas sobre o assunto explorado. Então é interessante posicionar seus CTA’s para páginas de destino mais visitadas, que você tem maior volume de conversão, dessa forma você encurta o caminho do usuário no Funil de Vendas.

Receber mais seguidores nas redes socais

Em suas estratégias de Marketing Digital é importante ter sempre em mente ideias para manter um relacionamento entre marca e usuário e as redes sociais são importantes nesse quesito.

É possível que usuário entrem somente uma vez em sue conteúdo depois não retornam mais. Se você conseguir ele como seguidor em suas redes sociais, ele passará a acompanhar suas novidades. Você abre um canal de comunicação e relacionamento direto com o usuário.

Fazer com que os usuários compartilhem seus conteúdos

Assim como citado acima, as redes sociais são tão importantes para manter relacionamento com usuário que entraram em seu conteúdo por outros meios e para outros internautas que ainda não conhecem sua marca, mas podem passar a conhecer com os compartilhamentos.

É muito provável que seu usuário tenha, no seu ciclo de amizade, pessoas com interesses parecidos e um compartilhamento pode ajudar a receber novos usuários. Aqui lembra muito o Marketing Boca a Boca.

Assistir um vídeo

Vídeos são excelentes para manter um relacionamento com seus clientes, isso devido a facilidade que o cérebro humano tem em receber informações em formato audiovisual. Essa é uma das ferramentas mais utilizadas atualmente no Marketing Digital.

Você pode utilizar situações de CTA’s similares as que passamos acima, indicando seu canal do YouTube para os usuários consumirem seus conteúdos de vídeo.

Participar de um evento

Costuma realizar eventos em sua empresa ou loja? Então aproveite o Marketing Digital para divulgar essa data, como sempre, você terá maior relacionamento com o cliente e, dependendo do evento, pode aumentar seu faturamento com vendas realizadas no local.

Responder uma pesquisa

Precisa de informações dos seus usuários para, por exemplo, criar uma Persona? Então utilize ferramentas de pesquisa online para captar essas informações.

Você pode criar conteúdos exclusivos para esses assuntos em seu site e direcionar os usuários para o formulário de pesquisa. Pode ainda disparar e-mails convidando seus clientes e leads para completar os questionários.

Fazer um orçamento

Trabalha com serviços? Por mais que sejam serviços presenciais, aqueles com necessidade de ir até o cliente, você pode utilizar CTA’s em pontos estratégicos do site convidando o usuário para fazer um orçamento, seja via telefone, WhatsApp ou mesmo preenchendo um formulário rápido onde receberá a resposta do orçamento via telefone ou e-mail.

Adquirir um produto

Nas páginas de produto nos e-commerce, observe que os CTA’s estão sempre bem destacados, muito próximo aos preços do item em questão.

Nessas páginas, é importante que a primeira visão do cliente seja da foto do produto, resumo rápido dos benefícios, preço (de preferência apresentar o preço parcelado, depois o total) e o CTA com destaque. Abaixo dessas informações é que você detalha o produto, como benefícios, medidas, entre outros.

Onde utilizar os CTA’s?

Os CTA’s podem ser utilizado em diversos locais e canais, seguindo seus objetivos conforme relatamos acima. Confira alguns locais onde você pode utilizar o CTA’s:

O que é CTA?
Onde Utilizar o CTA?
  • Na Home do site: Ex. de CTA: Compre Sua Primeira Guitarra!
  • Páginas do site: Ex. de CTA: Assine nossa Newsletter!
  • Nas redes sociais: Ex. de CTA: Comece a Tocar Guitarra!
  • Email marketing: Ex. de CTA: Confira Novas Dicas para Tocar Guitarra!
  • Artigos do Blog: Ex. de CTA: Visite nosso Canal YouTube e Aprenda Tocar Guitarra!
  • Anúncios Pagos: Ex. de CTA: Você Pode! Comece a Tocar Guitarra!

Como saber se o CTA deu certo?

Neste ponto vem suas análises então o ideal é utilizar o Google Analytics ou outra ferramenta de analytics que você trabalha.

Fez um conteúdo novo, então passe analisar dia após dia o comportamento dos usuários. Fez uma divulgação em mídia paga, também é necessário analisar o comportamento.

Mas, como identificar os usuários que clicaram no CTA determinado?

Você pode utilizar os parâmetros de UTM para o Google Analytics identificar a origem dos acessos e os caminhos que ele percorre dentro do seu site. Os parâmetros com UTM são extremamente importantes em suas análises.

Um exemplo seria: você cria uma campanha de email marketing, porém nessa mensagem você coloca diversos links para produtos específicos de diferentes segmentos. Com um parâmetro UTM, você sabe exatamente em qual link o cliente clicou e qual caminho ele percorreu dentro do site.

Esperamos tenha aproveitado este conteúdo da CuboUP, nosso objetivo é oferecer informações práticas para você dar um UP em suas vendas.

Desejamos sucesso com seu projeto!

Novidade!

Cursos para Empreendedores

Comece hoje!
Confira uma incrível seleção de Cursos Online para Empreendedores ministrados por profissionais das mais diversas áreas.
São cursos que ajudarão dar um UP nos seus negócios.

Conteúdos para empreendedores CuboUP

A CuboUP é um portal de conteúdos completos para empreendedores. Aqui, você encontrará a informação que precisa para sua empresa crescer e dar um UP em suas vendas.

Além dos conteúdos gratuitos sobre empreendedorismo, marketing, gestão de pessoas e vendas, você encontrará também ferramentas práticas para você utilizar no dia a dia da sua empresa.

Confira as ferramentas e cursos da CuboUP. Nosso propósito é auxiliar o desenvolvimento do seu negócio!

Publicidade